WMS

Mas o que é WMS? Como funciona e quais seus benefícios? É possível ter um payback rápido após implantado? Essas e outras dúvidas presentes na vida do gestor logístico serão respondidas nesse artigo!

O que é WMS?

WMS é a sigla para Warehouse Management System, que significa Sistema de Gerenciamento de Armazém. Ele faz parte do Supply Chain (cadeia de suprimentos) para gerenciar o estoque de forma inteligente, sendo assim, otimiza o tempo de movimentação e espaço dentro do armazém. Além disso, é através dele que o gestor analisa dados de produtividade de funcionários, rastreabilidade dos produtos e possíveis melhorias de processo.

Como funciona?

Um WMS utiliza tecnologia de Auto ID Data Capture como códigos de barras, dispositivos móveis, rede wi-fi e RFID (Identificação por radiofrequência, tags ou etiquetas). Dessa forma o sistema sincroniza as informações coletadas em uma base de dados. Assim, esse banco de dados pode fornecer relatórios em tempo real sobre o andamento das funcionalidades do armazém.

Alguns WMS possuem a interface ERP (Planejamento de Recursos Empresariais ou Sistema de Gestão Empresarial), facilitando assim o encontro de dados da empresa com as informações do armazém, promovendo uma gestão mais ágil e prática. É dessa forma que o gestor poderá, em um único sistema, analisar os dados de um inventário, por exemplo.

Funcionalidades do WMS

De forma prática, podemos dizer que um WMS permite realizar as seguintes tarefas:

Agendamento de recebimento: informando onde, quando e em quanto tempo determinada remessa será recebida no armazém.

Recebimento: conferência de todos os volumes.

Endereçamento: emissão de etiquetas com código de barras indicando o melhor espaço dentro do armazém.

Armazenamento: informando de qual maneira (equipamentos) aquele lote deverá ser alocado.

Separação: após a emissão de ordem de picking, indica onde os itens estão armazenados para a separação. (Para saber mais sobre esse processo, baixe agora o e-book gratuito “A tecnologia e o picking”)

Expedição: última conferência após a separação para garantir que o picking foi realizado de forma correta.

Por quê ter um WMS?

É verdade que as funcionalidades de um WMS podem ser feitas manualmente, porém não é uma forma sustentável de gerir um armazém. Com a implantação de um Sistema de Gerenciamento de Armazém a empresa terá:

  • Eliminação de reclamações por parte dos clientes;
  • Otimização do espaço para armazenagem;
  • Melhoria da produtividade;
  • Vantagem competitiva;
  • Controle de saída e entrada mercadorias;
  • Controle de produção individual ou coletiva.

Procure empresas de desenvolvimento de software que já tenham Cases de referência na sua segmentação. Dessa maneira, diminuirá o valor do investimento e o payback (retorno de investimento) será mais rápido, uma vez que o desenvolvedor já conhece os processos da sua empresa.

Ainda não implantou um WMS na sua empresa? Converse com a Open Data para entender qual a melhor solução para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.